Com dias cada vez mais corridos e a competitividade que só cresce, é comum nos depararmos com um ambiente de trabalho prejudicial à nossa saúde — física e mental.

Todo ambiente profissional deve ser saudável e harmonioso. Afinal, a satisfação deve te fazer sair da cama todos os dias. Ter um bom relacionamento com os colegas e sentir orgulho do que faz, por exemplo, deveria ser comum.

Contudo, sabemos que nem sempre as coisas são assim. Você se sente frustrado, cansado e sem saber como sair do lugar? Continue a leitura para compreender se está em um ambiente de trabalho prejudicial.

Como é um ambiente de trabalho prejudicial?

Um ambiente de trabalho prejudicial é capaz de sugar toda nossa energia. Conflitos, relações degradantes, competitividade — tudo isso faz com que a gente perca a vontade de trabalhar.

Veja algumas características que podem indicar que é hora de você trocar de emprego:

1. Faltas

É comum que você e seus companheiros de trabalho faltem constantemente, principalmente por doença? Se isso acontece com frequência pode ter certeza que o ambiente está prejudicando a saúde de todos.

Em toda empresa prejudicial há um superior que não respeita seus subordinados. Talvez você esteja hoje mesmo nessa situação, convivendo com um chefe que não respeita ninguém, grita, humilha e deixa toda a equipe para baixo.

2. Falha na comunicação

Outro sinal que você pode reparar é se as pessoas não se comunicam. Pode ser por arrogância ou por medo, o fato é que isso somente gera insegurança e desmotivação.

3. Estagnação

Você trabalha em uma empresa que não dá oportunidade de crescimento? Se a resposta for afirmativa, você está em um ambiente de trabalho prejudicial à sua carreira.

4. Acúmulo de funções

É comum que as empresas incentivem, ou obriguem, que seus colaboradores realizem atividades que não estão relacionadas ao seu cargo. Com o intuito de economizar, os líderes acabam sobrecarregando os trabalhadores, que se sentem abusados.

O ambiente de trabalho prejudicial pode estar afetando sua saúde e sua carreira profissional. Portanto, se você se vê nessa situação, procure mudar de emprego o quanto antes.

Quer receber outros conteúdos interessantes como este que você acabou de ler? Assine nossa newsletter e escolha vencer!